apologetica

Open full view…

A virtude da fé

George Anjos
Tue, 29 Oct 2019 16:36:21 GMT

Sabemos que a virtude da fé é essencial para o fiel se salvar. Dito isto, tenho algumas perguntas: 1 - Para ter fé é preciso crer, em TODAS as verdades reveladas por Deus, e também nas declarações infalíveis do magistério? Visto que são 2 milênios de magistério, e que as pessoas em geral não têm o hábito de ler tais documentos, que por vezes são difíceis de digerir e levam tempo. E também que a "ignorância invencível" parece-me ser uma exceção muito rara. 2 - Dado que uma pessoa não saiba tudo isto, mas saiba as verdades gerais e tenha um firme e sincero desejo de crer e de ter fé, a mesma possui tal virtude? Ela também é obrigada a sempre procurar se informar mais, sob pena de ser negligente, correto? 3 - Vamos tomar como exemplo os fiéis de grupos pentecostais que tratam a fé como sentimento, não sabem as verdades gerais e fáceis de serem encontradas, e também se dão por satisfeitos com aquelas práticas, não buscando melhorar a formação, além do fato de seus sacerdotes também não os admoestarem neste sentido. Na prática estas pessoas incorrem em heresias e são neg ligentes, e o magistério não parece tomar nenhuma atitude corretiva. É possível dizer que estas pessoas têm a virtude da fé? 4 - A perda da fé exclui o fiel automaticamente da Igreja? Ou é preciso a Igreja oficialmente os excomungar?

George Anjos
Thu, 31 Oct 2019 00:09:18 GMT

Para as perguntas 1, 2 e 3 já obtive as respostas. Resta a 4.

Thiago Santos de Moraes
Thu, 31 Oct 2019 05:58:15 GMT

Mas como outros leitores podem ter as mesmas dúvidas, cabe responder. > @George Anjos > 1 – Para ter fé é preciso crer, em TODAS as verdades reveladas por Deus, e também nas declarações infalíveis do magistério? Visto que são 2 milênios de magistério, e que as pessoas em geral não têm o hábito de ler tais documentos, que por vezes são difíceis de digerir e levam tempo. E também que a “ignorância invencível” parece-me ser uma exceção muito rara. Você tem de crer sim em todas as verdades reveladas por Deus, e essas, juntamente com o que é essencial no Magistério, estão resumidas nos catecismos (é para isso que eles existem). O catecismo mais sintético é o próprio Credo apostólico ;) Não considero a ignorância invencível rara, em especial no mundo de hoje, em que a própria Igreja não grita alto a mensagem que tem o dever de preservar. > @George Anjos > 2 – Dado que uma pessoa não saiba tudo isto, mas saiba as verdades gerais e tenha um firme e sincero desejo de crer e de ter fé, a mesma possui tal virtude? Ela também é obrigada a sempre procurar se informar mais, sob pena de ser negligente, correto? Sim, possui. E tem de procurar se informar.

Thiago Santos de Moraes
Thu, 31 Oct 2019 06:14:54 GMT

> @George Anjos > 3 – Vamos tomar como exemplo os fiéis de grupos pentecostais que tratam a fé como sentimento, não sabem as verdades gerais e fáceis de serem encontradas, e também se dão por satisfeitos com aquelas práticas, não buscando melhorar a formação, além do fato de seus sacerdotes também não os admoestarem neste sentido. Na prática estas pessoas incorrem em heresias e são negligentes, e o magistério não parece tomar nenhuma atitude corretiva. É possível dizer que estas pessoas têm a virtude da fé? Eu não avalio esse grupos dessa maneira, pois não faltam aos seus membros estudo, formação; o que falta a eles é a reta formação. Ora, se os próprios católicos não sabem apresentar corretamente a Fé, como eles vão saber que lhes falta algo? Agora, na questão da fé como virtude, se possuem o Batismo válido, então nesse momento Deus lhes infunde tal virtude; mas no primeiro ato de adesão a uma heresia, perdem-na.

Thiago Santos de Moraes
Thu, 31 Oct 2019 06:23:35 GMT

> @George Anjos > 4 – A perda da fé exclui o fiel automaticamente da Igreja? Ou é preciso a Igreja oficialmente os excomungar? Não. Só se perde a fé, como virtude, por um pecado contra ela, ou seja, duvidando voluntariamente de qualquer dos pontos que a Igreja nos propõe como objeto de crença. O pecado nos faz membros paralisados do Corpo de Cristo; para sermos cortados dele, temos de fazer mais, temos de nos tornar de fato hereges, isto é, não só duvidar, mas negar de modo insistente após termos sido advertidos por quem tem autoridade para tal.

George Anjos
Sat, 02 Nov 2019 01:57:35 GMT

> @Thiago Santos de Moraes > Mas como outros leitores podem ter as mesmas dúvidas, cabe responder. Grato. >@Thiago Santos de Moraes >Você tem de crer sim em todas as verdades reveladas por Deus, e essas, juntamente com o que é essencial no Magistério, estão resumidas nos catecismos (é para isso que eles existem). O catecismo mais sintético é o próprio Credo apostólico Ah sim, então basicamente para o cristão na idade da razão se "iniciar" na fé católica, o mínimo do mínimo é saber o credo e ter o desejo de crer. > @Thiago Santos de Moraes > Não considero a ignorância invencível rara, em especial no mundo de hoje, em que a própria Igreja não grita alto a mensagem que tem o dever de preservar. Ué, achei que sua opinião era de que só os esquimós/ermitões e outros isolados estavam incluídos nessa exceção. Mas sim, concordo com você. Acho que na situação atual, sobra pros leigos e seus apostolados online, além de alguns corajosos que ousam dar aula nas paróquias que estão no erro. > @Thiago Santos de Moraes > Eu não avalio esse grupos dessa maneira, pois não faltam aos seus membros estudo, formação; o que falta a eles é a reta formação. Ora, se os próprios católicos não sabem apresentar corretamente a Fé, como eles vão saber que lhes falta algo? Verdade. > @Thiago Santos de Moraes > Agora, na questão da fé como virtude, se possuem o Batismo válido, então nesse momento Deus lhes infunde tal virtude; mas no primeiro ato de adesão a uma heresia, perdem-na. Entendo. E o que acontece com um prelado que adere a uma heresia? E, mais ainda, a proclama insistentemente?