apologetica

Open full view…

Crise na Igreja

gabriel12345
Sun, 21 Feb 2021 05:50:30 GMT

Esse tópico tem duas perguntas: I: Antes do CVII algum papa ja fez atos que beiram à idolatria? [Joao_paulo_ii_benzido_por_xama](//muut.com/u/apologetica/s1/:apologetica:3S4H:joao_paulo_ii_benzido_por_xama.jpg.jpg) [Download](//muut.com/u/apologetica/s1/:apologetica:UjpU:download.jpg.jpg) II: Como à Igreja pode contornar essa crise atual?

gabriel12345
Tue, 23 Feb 2021 16:43:39 GMT

> @Carlos Ribeiro > Lembrando que a pergunta foi referente a atos que beiram à idolatria. Isso me deu ideia para outra pergunta. O papa pode cometer idolatria?

ruirmachado
Tue, 23 Feb 2021 16:48:36 GMT

Há coisa muito pior do que a liberdade religiosa. A relativização da verdade que se viu no magistério de João Paulo II com a Declaração de Balamand (e que não foi corrigida, mas reafirmada pela Dominus Iesus, a qual trata as igrejas ortodoxas como verdadeiras igrejas - o CVII já o faz). Também é vergonhosa a posição de Francisco (e de Bento XVI) de oposição ao proselitismo. Se for preciso ser inoportuno para salvar uma alma, não valerá a pena? São Domingos, ao saber que o dono da hospedaria onde passaria a noite era herege, "alugou-o" durante a noite toda, até converter o sujeito na marra, e antes do amanhecer. São Francisco foi proselitista com o sultão, como nos mostra São Boaventura em sua biografia. Quanto à liberdade religiosa, *a Enciclopédia Católica do início do séc. XX já a defende com argumentos copiosos*. Isso não significa que a redação da "Dignitatis Humanae" seja livre de problemas.

ruirmachado
Tue, 23 Feb 2021 16:54:38 GMT

Não acho que os Papas renascentistas fossem tendentes à idolatria. Eles tinham um interesse cultural e artístico na cultura clássica, a ponto de patrocinarem artistas, escultores, etc. Eu mesmo amo as pinturas de William-Adolphe Bouguereau, inclusive as suas deusas e ninfas nuas (não estou dizendo que não seja pecado tirar dali algum prazer venéreo, mas que aquilo é belo, sim, o é). Também tenho interesse em tudo que diga respeito à cultura clássica e da Antiguidade. E isso para mim não tem nem cheiro de idolatria.

Carlos Ribeiro
Tue, 23 Feb 2021 17:45:32 GMT

Eu não gosto de praticamente nada renascentista e pra mim é óbvio o culto ao homem, ao menos em gérmen. Reconheço, em partes, a importância cultural, mas por que só as obras greco-romanas, por que não as orientais, as indígenas? Poder-se-ia dizer que essas ainda são objeto de culto, ao passo que aquelas teriam apenas valor cultural, foram objeto de culto no passado. Mas também aí não me é possível não ver o culto ao homem dos renascentistas nas suas próprias obras.

gabriel12345
Tue, 23 Feb 2021 18:05:09 GMT

> @ruirmachado > Se for preciso ser inoportuno para salvar uma alma, não valerá a pena? Discordo. Acho que não devemos insistir muito, a pessoa pode sentir uma repulsa da fé, se o convertido ficar insistindo.

ruirmachado
Tue, 23 Feb 2021 18:06:06 GMT

Sim, o Renascimento tinha uma série de problemas, a começar pela associação com a magia, a alquimia, a astrologia. Existe um pintura de Hermes Trismegisto, se não me engano, na Catedral de Siena. Mas eu vejo o cristão como aquele sujeito que contempla o mundo sem se contaminar. Desse ponto de vista, eu acho legal o interesse pelas artes, pela cultura, um humanismo sadio, claro, sem tomar o homem como medida de todas as coisas. Por isso, aliás, tenho horror pela Revolução Francesa, porque ela foi mais antropocêntrica do que o Renascimento.

ruirmachado
Tue, 23 Feb 2021 18:08:12 GMT

>Discordo. Acho que não devemos insistir muito, a pessoa pode sentir uma repulsa da fé, se o convertido ficar insistindo. Isso vai depender da situação, Gabriel. Não se pode absolutizar, como Francisco faz.

gabriel12345
Tue, 23 Feb 2021 18:13:30 GMT

Concordo. Creio que devemos falar em "pequenas doses", sem ficar incômodo.

Paulo Vinícius Costa Oliveira
Tue, 23 Feb 2021 18:14:05 GMT

> @Carlos Ribeiro > Eu não gosto de praticamente nada renascentista e pra mim é óbvio o culto ao homem, ao menos em gérmen. Eu também, Carlos. O renascentismo só não foi pior porque não pôde, não porque não quis. É o mesmo gérmen, o humanismo, que deu flor na Revolução Francesa, fruto na Revolução Russa e apodreceu na atual revolução marcusiana, para tomar de empréstimo o termo do Carlos Nougué.

ruirmachado
Tue, 23 Feb 2021 18:32:42 GMT

Eu acho engraçado quando Neil deGrasse Tyson e outros colocam Bruno como cientista perseguido pelo obscurantismo da Igreja, e esquecem do tratado de magia que ele escreveu.

Cláudio Loureiro
Tue, 23 Feb 2021 18:34:04 GMT

> @Carlos Ribeiro > Pe. Laguérie comentou o caso de correção da liberdade religiosa e do Subsistit In: respectivamente, num discurso do Cardeal Ratzinger no Chile e na declaração Dominus Iesus. A solução da Liberdade Religiosa dada pelo Catecismo joão-paulino é muito boa e clara.

ruirmachado
Tue, 23 Feb 2021 18:40:25 GMT

Pena que foi dada na moita para não dar muito alarde. Imagine só a "tragédia" que seria se essa solução conservadora fosse espalhada por aí? Como a Igreja seria acusada de retrógrada!

Cláudio Loureiro
Tue, 23 Feb 2021 18:40:52 GMT

Pois é.

Carlos Ribeiro
Tue, 23 Feb 2021 21:28:29 GMT

Não sei o que é pior: as obras renascentistas que cultuam o homem ou as próprias obras antigas que cultuavam os deuses e os imperadores. Cristão antigo e medieval tocava fogo nisso.

Carlos Ribeiro
Tue, 23 Feb 2021 21:33:51 GMT

> @Cláudio Loureiro > A solução da Liberdade Religiosa dada pelo Catecismo joão-paulino é muito boa e clara. Sim, acho que a discussão com a Fraternidade São Vicente Férrer foi nessa linha de entendimento, mas faz muito tempo que li, não tenho certeza.

Carlos Ribeiro
Tue, 23 Feb 2021 21:38:27 GMT

Mas nós já temos tópico sobre isso. Voltando: Um amigo me disse por volta de 2014 que nós ficarmos discutindo não íamos resolver a crise; daí em diante, diminuí bastante minha aflição (a Igreja de Deus está aflita - hahaha). Aqueles pontos que elenquei foram exemplos que algumas personalidades católicas já deram ou tomaram para si.

gabriel12345
Wed, 24 Feb 2021 01:09:42 GMT

> @ruirmachado > tratado de magia que ele escreveu. Não acho correto matar um cara porquê ele escreveu algumas supertições bestas. Agora, se ele pôs isso em prática e acabou prejudicando alguém, eu não julgo os inquisidores.

Carlos Ribeiro
Thu, 25 Feb 2021 18:11:14 GMT

> @Carlos Ribeiro > Prof. Fedeli, baseado num livro de Malachi Martin, e Pe. Aulagnier esperavam que Bento XVI transformasse o rito novo em uma variação vernacular e aceitável do rito antigo. Eu também esperava por isso. Pe. Paulo Ricardo esperava que o ofertório do rito antigo pudesse ser adicionado ao rito novo, perfazendo duas possibilidade de ofertório e quatro de oração eucarística. O padre que escolhesse o suposto ofertório II e a oração eucarística I estaria rezando a essência do rito gregoriano.

Cláudio Loureiro
Thu, 25 Feb 2021 20:09:26 GMT

> @Carlos Ribeiro > O padre que escolhesse o suposto ofertório II e a oração eucarística I estaria rezando a essência do rito gregoriano. Um padre da Arquidiocese de Olinda e Recife me disse que a _Ecclesia Dei_ permite usar o ofertório da Missa Tradicional na Missa de Paulo VI. Inclusive ele faz isso nas missas rezadas por ele. Segundo ele um padre fez esse questionamento logo após a publicação da _Summorum Pontificum_. Nunca achei essa autorização.

Carlos Ribeiro
Fri, 26 Feb 2021 12:52:50 GMT

Interessante. Se não me engano, o Cardeal Cañizares e um padre que teve o texto publicado no Salvem a Liturgia! diziam que poderia se acrescentar do rito antigo o que não havia no novo (Bento XVI rezava o Salmo 140 na incensação das oblatas e do altar; nosso padre aqui fazia as orações ao pé do altar), mas substituir o ofertório (que é um dos grandes problemas do rito novo), nunca ouvi falar.

next