apologetica

Open full view…

O Concílio de Constantinopla e a Reencarnação.

joaodamaasceno
Fri, 15 Jan 2021 16:04:00 GMT

Boa tarde senhores... Bem, recentemente me apareceu esse vídeo que segue o link. Achei um tanto curioso, porém, bastante questionável. Gostaria de, se possível e caso vocês tenham interesse, de exporem o que vocês conhecem quanto ao que o vídeo se propõe. Isso não seria uma grande falácia?! Mais uma daquelas histórias tipo "uma mulher que foi Papa" ou "uma mulher que foi Cardeal"... dentre tantas e tantas outras bobagens que não poucas vezes vem a tona como "verdades absolutamente fidedignas"... https://www.youtube.com/watch?v=ozQZX2EUE9Y&t=538s&ab_channel=IluminandoOsNossosPassos

ruirmachado
Fri, 15 Jan 2021 16:30:33 GMT

Reencarnação é uma invenção moderna. É diferente do conceito de renascimento das religiões antigas, incluindo a cabala e o budismo. Na cabala, por exemplo, um ser humano pode renascer como um anjo, como foi o caso de Henoc/Metatron. Além disso, a alma pode ser dividida em porções. Alguém pode receber 1/3 da alma de alguém. No budismo, você pode renascer em mundos ('"lokas") diferentes: o mundo dos devas, dos asuras (demônios), dos homens, dos animais, dos espíritos famintos ou dos infernos. Assim, querer justificar uma doutrina kardecista do século XIX com o origenismo ou o Concílio de Constantinopla é anacronismo. Provavelmente, o Concílio tratou do origenismo, e naquele tempo, houve muita confusão (como a questão dos Três Capítulos e o Papa Virgílio). Nem tudo o que estava de acordo com a política de Constantinopla foi sancionado pelo Papa, e houve mesmo períodos em que o Oriente inteiro foi dominado pelo cisma e pela heresia.

ruirmachado
Tue, 26 Jan 2021 23:42:04 GMT

Este canal é de um budista, mas muito bom para quem quer aprender sobre religiões: https://www.youtube.com/watch?v=F4bvJt8zb2c (A reencarnação é uma doutrina tradicional?)

Carlos Ribeiro
Wed, 27 Jan 2021 00:11:25 GMT

É o Arya Dharmananda Mahacarya; ele tinha um ótimo blog e participava na OdeCdoB.

ruirmachado
Fri, 26 Feb 2021 18:49:36 GMT

O lendário *Rafael Daher*, que agora é judeu, explicando de forma magistral a reencarnação na Cabalá. A *transmigração das almas* não é uma crença aceita por todo o judaísmo, mas apenas pela Cabalá. Alguns ilustres rabinos, como Saadia Gaon, refutaram essa crença. No universo da Cabalá, até mesmo centelhas de almas podem transmigrar para corpos diferentes. De forma semelhante ao budismo, você pode renascer como um animal, mas também como planta ou até mineral (no budismo, você pode renascer como animal, mas jamais como planta ou mineral). [Reencarnação no Judaísmo - Parte 1](https://www.youtube.com/watch?v=EOmaBPrlfCI)

Thiago Santos de Moraes
Fri, 26 Feb 2021 21:35:31 GMT

A Cabala é uma heterodoxia no judaísmo, Rui. Foi essa a luta do Gaon de Riga. Até o holocausto quem levava ela em conta era marginalizado. Portanto, esse pessoal que quer justificar a Cabala com base no judaísmo na verdade quer usar essa religião para dar uma capa de respeito às suas próprias crenças esotéricas.

ruirmachado
Fri, 26 Feb 2021 22:25:40 GMT

Sim, ela me lembra um pouco o panteísmo oriental, a ideia do não-eu budista, da não-substancialidade, do absoluto enquanto vazio. E isso de modo até mais radical do que no budismo. Por exemplo, no budismo, ainda há individualidade no ser que renasce. Na Cabalá, pelo que eu entendi, não há uma individualidade. Alguém pode receber uma certa fração da alma de alguém.

ruirmachado
Fri, 26 Feb 2021 22:50:53 GMT

Já li em algum lugar que, da alma do Adão Qadmon (o homem primordial), originaram-se todas as almas.

ruirmachado
Sat, 27 Feb 2021 14:16:25 GMT

A doutrina do Tikkun Olam da Cabala é muito parecida com a de Teilhard de Chardin.