apologetica

Open full view…

Restauração do Movimento Litúrgico no Brasil

dudu_rgs
Mon, 05 Feb 2018 11:40:10 GMT

Gostaria de iniciar este fórum com uma pergunta bem genérica e que acredito que renderá muitas discussões: o que poderíamos fazer para contribuir com a restauração do Movimento Litúrgico no Brasil? Todos nós sabemos que toda igreja deve e muito a Dom Próspero Guéranger, O. S. B. toda reverência possível pelos seu grande feito por impulsionar na Igreja um Movimento Litúrgico, de modo que os fiéis possam participar de maneira mais piedosa. Uma outra pergunta: ora, como Dom Guéranger é o pai do movimento litúrgico, não valeria a pena nos dias de hoje ter suas obras publicadas no nosso país - que nunca publicou quase nada sobre ele? De suas importantes obras, o que trata especificamente o _Institutiones Liturgiques_? Essa obra, composta em 4 volumes, pode ser encontrada no original francês aqui: http://www.liberius.net/livre.php?id_livre=253

Carlos Ribeiro
Mon, 21 May 2018 17:53:54 GMT

>a forma dos outros implicam uso da ma­téria, por exemplo, a ablução ou a assimilação; ao passo que a forma deste [(Eucaristia)] implica a só consagração da matéria, consistente na transubstanciação. A saber, quando o sacerdote diz: Isto é o meu cor­po, ou, este é o cálice do meu sangue.

Thiago Santos de Moraes
Mon, 21 May 2018 17:57:30 GMT

Leia o que ele diz sobre a consagração do vinho: http://permanencia.org.br/drupal/node/2297 "Sobre esta forma duas são as opiniões. Uns (Alex. Hal. S, Boav., P. de Tarant), disseram que da substância desta forma são só as palavras — Este é o cálice do meu sangue; mas não as que se lhe seguem. — Mas isto é inadmis­sível porque as palavras seguintes são umas de­terminações do predicado, isto é, do sangue de Cristo; e portanto pertencem à integridade da locução. E por isso outros dizem, melhor, que todas as palavras seguintes são da substância da forma. até o que depois se segue: — Todas as vezes que o fizerdes significativas do uso deste sacramen­to, sem fazerem parte da substância da forma. "

Carlos Ribeiro
Mon, 21 May 2018 18:09:04 GMT

Nunca tinha visto; já li em muitos lugares Sto Tomás como fonte para o primeiro caso, omitindo o segundo - agora mesmo procurei no Google e o achei num sítio da TFP, p.ex, que constava a referência ao _a. 1_. De todo modo, acho que a "preocupação" do Nougué (que estava fazendo uma como resposta a detratores) era com os sedevacantistas; pois ele sempre assume onde não se é preciso seguir Santo Tomás.

Carlos Ribeiro
Mon, 21 May 2018 18:11:20 GMT

Voltando, também achei muito bom o que ele expôs. É mais ou menos o que eu achava e dizia no tópico que abri certa feita no Ning. Por fim, depois comento o texto do _New Liturgical Movement_.

Thiago Santos de Moraes
Mon, 21 May 2018 18:14:30 GMT

Os sedevacantistas falam o que falam por causa dessa citação de Santo Tomás; o que não faz o menor sentido e só mostra implicância, pois eles sabem perfeitamente que a teologia católica não ficou aí.

Carlos Ribeiro
Tue, 22 May 2018 13:00:04 GMT

Outro exemplo da comum citação parcial de Sto Tomás nesse caso: um seguidor do perfil de Nougué (ensinando Tomás a um tomista) disse: >Importante esclarecimento. >O maior teólogo da Igreja, Santo Tomás de Aquino, na Suma Teológica diz que a consagração acontece quando o padre diz "isto é meu corpo" e "este é o cálice do meu sangue". Essa é a parte essencial do Sacramento, pois, caso contrário, as palavras ditas pelo Sacerdote não significariam nada. No momento em que o Padre diz "este é o cálice do meu sangue" acontece a mudança do vinho no Sangue de Cristo. [...] >Logo, a missa Nova é valida e produz seus efeitos nas almas. Deus não abandonaria jamais Suas ovelhas da forma como os sedevacantes defendem. Essa posição sedevacante ofende a Fé e Razão.

Carlos Ribeiro
Tue, 22 May 2018 13:02:30 GMT

Eu achava que os sedevacantistas, além de alegaram defeito na Ordenação do ministro, defendiam tão somente a fórmula como está no Missal de São Pio V.

Carlos Ribeiro
Tue, 22 May 2018 13:31:13 GMT

Quanto ao texto no NLM, concordo com a superioridade pedagógica do rito gregoriano, mas acho que esse é um tema bastante comentado e não acho que o rito gregoriano faça isso (reflorescimento de comunidades) sozinho, e mesmo para o caso do rito paulino, um dos problemas é a enorme variação na sua celebração: você pode ter de abusos, inculturações, passando por uma celebração "seca", OE's reconstituídas, até chegar ao latim, cânon romano, gregoriano, etc. E mesmo nos últimos casos, a crítica tradicionalista básica continua: ofertório e OE's que não a I.

Thiago Santos de Moraes
Tue, 22 May 2018 15:20:08 GMT

> @Carlos Ribeiro > Eu achava que os sedevacantistas, além de alegaram defeito na Ordenação do ministro, defendiam tão somente a fórmula como está no Missal de São Pio V. Mas é exatamente isso que estou falando.

Carlos Ribeiro
Tue, 22 May 2018 17:20:16 GMT

Não; a fórmula do Missal de S. Pio V pelo simples fato de estar nesse Missal, com o peso da _Quo Primum_, mas sem argumento teológico.

Thiago Santos de Moraes
Tue, 22 May 2018 17:32:37 GMT

Se eles fizessem isso seria muita burrice também, um mero fetiche pelas formas.

Carlos Ribeiro
Tue, 22 May 2018 17:39:56 GMT

Bem, não o fazem, então, quanto à validade do rito paulino, mas fazem-no quanto à licitude dele.

Thiago Santos de Moraes
Tue, 22 May 2018 17:45:11 GMT

Aí já é um outro nível de questionamento, que embora considere errado, é possível, pois a licitude, em se tratando de categoria jurídica, está vinculada a formas.

Carlos Ribeiro
Tue, 22 May 2018 18:00:23 GMT

Corrigindo: sedevacantistas o fazem quanto à licitude do Missal de João XXIII, e alguns tradicionalistas o fazem quanto à licitude do rito paulino. Pois se Montini não foi Papa, então o Missal não é lícito mesmo.

Paulo Vinícius Costa Oliveira
Wed, 19 Dec 2018 00:53:52 GMT

[A Missa e a Paixão](//muut.com/u/apologetica/s3/:apologetica:2LCB:amissaeapaixo.jpg.jpg)

Thiago Santos de Moraes
Mon, 24 Dec 2018 20:57:19 GMT

Muito bom. Que grupo é esse "Sociedade da Santíssima Virgem"?

Paulo Vinícius Costa Oliveira
Thu, 03 Jan 2019 14:33:41 GMT

É o grupo do qual faço parte, Thiago. De orientação católica tradicional, independente, ainda que sem animosidade com os outros grupos da tradição. Também somos bem anteriores à presente leva dos centros católicos recentes.

Paulo Vinícius Costa Oliveira
Fri, 12 Apr 2019 23:39:09 GMT

Importante: a lista e os respectivos textos dos salmos imprecatórios supressos pela deforma: http://theraccolta.tumblr.com/post/70651664497/supression-of-psalms-in-liturgia-horarum

Paulo Vinícius Costa Oliveira
Mon, 22 Apr 2019 11:56:36 GMT

Novo livro sobre o Movimento Litúrgico: https://www.stacruzartigoscatolicos.com.br/livros/o-movimento-liturgico-padre-didier-bonneterre

Paulo Vinícius Costa Oliveira
Fri, 17 Jul 2020 15:11:12 GMT

Caros confrades, apresento aos Srs. as Matinas do Natal. Foi uma bricolagem em que se usou como texto-base o Vesperal de G. Lefebvre, incrementado com o Diurnal Monástico e os Salmos do Pe. Franca onde foi necessário. Algumas antífonas traduzimos por nossa conta. Tendo consciência das imperfeições do resultado e das melhorias que podem ser feitas _a posteriori_, é mais uma iniciativa na restauração litúrgica tradicional no Brasil. http://tiny.cc/dmijsz

next
last page