apologetica

Open full view…

Quem era a serpente? Ela tinha livre arbítrio?

Lucas
Mon, 21 Oct 2019 03:52:47 GMT

Gostaria de saber 1) se a serpente, que seduziu adão e eva no eden, era o diabo? 2)Como ela (a serpente) pôde seduzi-los se não tinha livre arbitrio? só os humanos tem livre arbítrio, então como ela pôde fazer isso? 3) Tais personagens como serpente e diabo não seriam apenas fábulas/contos para passar mensagens de cunho meramente filosóficos para as pessoas humildes e sem estudos da época? Obrigado.

Thiago Santos de Moraes
Mon, 21 Oct 2019 20:02:33 GMT

Ou tomar a forma de uma serpente, já que os anjos possuem um poder incomparavelmente maior que o nosso na manipulação da matéria.

Lucas
Mon, 21 Oct 2019 21:30:21 GMT

Sobre a 2º questão, Deus permitiu que a serpente seduzisse os homens, ou seja, ela (ou o diabo) tem livre arbítrio assim como os homens? Do contrário faria o que foi criado para fazer.

Thiago Santos de Moraes
Mon, 21 Oct 2019 21:41:31 GMT

A serpente é o demônio, como já esclarecemos; os demônios, que são anjos, possuem livre arbítrio, só que no caso deles isso já se consolidou numa escolha contra Deus, e, portanto, obram, com a permissão da Providência, nos tentando.

Thiago Santos de Moraes
Mon, 21 Oct 2019 21:57:14 GMT

Lucas, sobre os anjos, leia [este texto](https://apologetica.net.br/2017/04/30/mundo-angelico/). -- A edição do Anos Santo de 1950 da Bíblia do Pe. Figueiredo traz a seguinte nota: "SERPENTES - A serpente foi o demônio sob aquela figura para assim tentar Eva. 'Como os anjos conversavam com os homens, escreve Boussuet nas Elavations, Eva não se surpreendeu, nem estranhou tão singular aparição'. Foi escolhida a forma da serpente por causa da astúcia deste réptil: 'Ela sabe, diz Chateaubriand, à maneira do homem manchado com sinais de homicida, despir a pele maculada de sangue, com medo que a conheçam' (Genie du Christianisme). Os livros sagrados da Pérsia confirmam essa passagem do Sagrado Texto. Arimã, sob a forma de serpente, lança-se na terra para destruir os homens, como se lê no notável livro de Zend Avesta."

Lucas
Tue, 22 Oct 2019 03:05:34 GMT

Não me parece certo afirmar com fundamentos externos da Biblia que a serpente era demônio. Parece interpretação forçada. Obs: Contudo, Obrigado pelo texto sobre os anjos.

Thiago Santos de Moraes
Tue, 22 Oct 2019 03:32:02 GMT

Em primeiro lugar, seu modo de pensar está equivocado; a Bíblia não se explica a si mesma, ela deve ser lida eclesialmente. Em segundo, pela própria Bíblia se chega a essa conclusão sim: João VIII, 44: "Vós tendes como pai o demônio e quereis fazer os desejos de vosso pai. Ele era homicida desde o princípio e não permaneceu na verdade, porque a verdade não está nele. Quando diz a mentira, fala do que é próprio, porque é mentiroso e pai da mentira." I João III, 8: "Aquele que peca é o demônio, porque o demônio peca desde o princípio. Eis porque o Filho de Deus se manifestou: para destruir as obras do demônio." II Coríntios XI, 3: "Mas temos que, como a serpente enganou Eva com sua astúcia, assim se corrompam os seus pensamentos e se apartem da sinceridade para com Cristo." Apocalipse XII, 9: "Foi então precipitado o grande Dragão, a primitiva Serpente, chamado Demônio e Satanás, o sedutor do mundo inteiro. Foi precipitado na terra, e com ele seus anjos."

Thiago Santos de Moraes
Tue, 22 Oct 2019 16:31:02 GMT

Por fim, perceba que o papel da serpente no relato do Gênesis é propriamente diabólico: suscitar a revolta contra a ordem da Criação. O Demônio só consegue fazer isso!

Karlos Guedes
Sat, 26 Oct 2019 01:52:07 GMT

Deus amado. É cada uma. A serpente ser o demônio é forçado. Mas ela falar nao é.

ruirmachado
Sun, 27 Oct 2019 01:27:39 GMT

A Bíblia deixa muito claro que a serpente era o diabo em Sabedoria 2,24, e, mesmo que não fosse o caso, não se lê a Sagrada Escritura de forma a contrariar o consenso unânime dos Padres.

Carlos Ribeiro
Fri, 22 Nov 2019 13:45:21 GMT

Sempre pensei que Satanás tomou aparência de uma serpente, mas recentemente ouvi dizer que seria uma serpente possessa (seria, na verdade, infestação, não possessão); alguém já leu algo a respeito disso?

Thiago Santos de Moraes
Fri, 22 Nov 2019 15:01:00 GMT

Acho que isso não tem base na Tradição, embora que no fim das contas não faça diferença.

ruirmachado
Fri, 22 Nov 2019 19:45:46 GMT

Eu acho que tenha tomado forma de serpente, com base no livro do Apocalipse.

Carlos Ribeiro
Mon, 25 Nov 2019 03:06:46 GMT

Também acho que não faz diferença. ... Talvez eu pensasse que ela fosse uma serpente aparente por causa do Apocalipse que chama Satanás de dragão e serpente diretamente (e na Escritura anjos tomam aparência de homem, de tronos, carros, animais alados, o Apóstolo diz que demônios podem se transfigurar em anjos de luz, etc.), mas no Gênesis parece haver uma _presença_ do animal serpente (e há na Escritura a jumenta de Balaão falando e porcos infestados por demônios); de outro modo, a condenação da serpente seria apenas e diretamente para o próprio Satanás (que já fora condenado quando de sua rejeição a Deus). Claro que não defendo uma participação racional da serpente e uma consequente condenação da serpente em si, mas uma condenação que simbolize a desordem da queda na criação. E a designação do Apocalipse se referiria a Satanás como dragão e serpente porque ele infestou uma serpente.

Carlos Ribeiro
Mon, 25 Nov 2019 03:17:19 GMT

Falando em serpentes e dragões, eu fiz uma postagem no Facebook sobre isso ano passado: [DRAGÕES](//muut.com/u/apologetica/s1/:apologetica:3wnf:drages.jpg.jpg) O Dragão asiático se parece com uma serpente constritora; o Dragão europeu, com um crocodilo. A serpente tem o rastejar (malícia), a língua bipartida (hipocrisia, cinismo, etc.); o crocodilo tem a ferocidade, monstruosidade (brutalidade), a força, o poder, etc. Inicialmente, mesmo na Europa, indicava uma serpente (Drákōn [do grego]: ‘grande serpente’; Píton, o dragão morto por Apolo é descrito como serpente; Plínio, o velho, naturalista romano, disse ter visto um dragão na Índia, uma grande serpente); mas a descrição do Leviatã (Jó XL, 25 – XLI, 26) parece ter trocado os animais; o Leviatã parece ser o Crocodilo-do-nilo (semiaquático, escamoso; as faíscas e chamas da boca e narinas seriam as gotas d’água reluzindo ao Sol), divinizado no Egito (Sobek/Sucho, com centro na atual cidade de Faium, antes Crocodilópolis) e apontado como símbolo do Faraó ("eis o que diz o Senh or Iahweh: É contra ti, faraó, rei do Egito, que venho; crocodilo monstruoso, que estás deitado no meio dos teus Nilos. E que dizes: meus Nilos são meus, fui eu que os fiz”, Ez XIX, 3).

Paulo Vinícius Costa Oliveira
Mon, 25 Nov 2019 16:40:11 GMT

> @Carlos Ribeiro > (seria, na verdade, infestação, não possessão) De fato, Carlos, a nomenclatura exata é infestação, por se tratar de animais, e eu havia usado "possessão" erroneamente.

Carlos Ribeiro
Mon, 25 Nov 2019 19:14:55 GMT

Paulo, ouvi isso numa conferência, nem lembrava que vc e Thiago tinham comentado esse aspecto do assunto no tópico.

Carlos Ribeiro
Sun, 22 Dec 2019 21:21:57 GMT

Na mitologia babilônica Tiamat é a deusa serpente do caos. Recentemente descobri que no Egito Antigo também havia um caso parecido: Apófis é o Senhor do Caos, tem forma de serpente e, segundo a fonte que vi, era a única divindade com culto proibido. Os egípcios acreditavam que quando o Sol se punha, Rá, o deus do Sol, deveria protegê-lo (às vezes com seus ajudantes) de Apófis no submundo até que o Sol nascesse novamente.

Carlos Ribeiro
Sun, 22 Dec 2019 21:31:34 GMT

> @Carlos Ribeiro > segundo a fonte que vi Provavelmente o vi num episódio da [temporada sobre o Egito do programa Evidências](https://www.youtube.com/watch?v=YgUXcqz7OTI&list=PL2XfSIO_iShLclROB4WTNdPA4bnJ_54q6) apresentado pelo arqueólogo adventista Rodrigo Silva. Há episódios sobre os hebreus no Egito durante as dinastias dos hicsos, sobre José do Egito, Moisés, Faraó do Êxodo, etc.

ruirmachado
Tue, 24 Dec 2019 23:52:46 GMT

Estive pesquisando algumas coisas sobre ocultismo, cabala judaica e hermética, e fiquei estarrecido com algumas ideias ocultistas, que mostram que quem as desenvolveu crê e confia na Bíblia, mas se posiciona no lado oposto. Existe aquele esquema da árvore da vida, que é um diagrama das dez "sephirot", ou emanações divinas. Descendo da mais alta "sephirá", que é Kether, e em movimento da esquerda para a direita, e para baixo, há aquilo que os ocultistas chamam de "o caminho da espada flamejante", até Malkuth, que é a sefirá mais baixa, e representa o nosso mundo. A "espada flamejante" aqui representa a expulsão do Jardim do Éden, pois foi colocado um querubim com uma espada flamejante para impedir a reentrada do homem no Paraíso. Mas há também o "caminho da serpente", que subindo pelas "sephirot" mais baixas, enroscando-se nelas, até alcançar a mais alta. Ou seja, os ocultistas ainda creem na promessa da serpente. Ainda preferem as mentiras dela às palavras do Criador.

ruirmachado
Wed, 25 Dec 2019 00:01:00 GMT

Corrigindo na mensagem acima: da direita para a esquerda

next